Tudo o que rolou

14 09 2010

  

PROEFE 2010 

Jaguariaíva/PR

Anderson, André Bedaque, André Lopes, Andréia, Bruna, Carline, Carlinhos, Cida, Dani, Davi, Denis, Denise, Elaine, Elmer, Érika, Ester, Fábio, Filipe, Gabriel, Hebinho, João Marcos, Ju França, Ju Esperança, Leandro, Lili, Lima, Marcelinha, Marcelo, Marcos Vinicius, Marhkynhos, Marilda, Marina, Paola, Priscila, Regis, Robert, Stephanie, Vívi e Weslei.

 

“Todos os dias, no templo e de casa em casa, não deixavam de ensinar e proclamar Jesus, o Cristo.” Atos 5:42 

  

Contas as bênçãos… 

No feriado prolongado da Independência, entre os dias 04 a 07 de setembro de 2010, cerca de 

Equipe PROEFE no recenseamento

 

40 jovens da Igreja Batista Esperança realizaram o 5º Projeto Evangelístico de Feriado, o PROEFE. O trabalho aconteceu em parceria com a Igreja Batista Regular de Jaguariaíva, pastoreada pelo missionário Celso Botelho. 

Chegamos na cidade de Jaguariaíva e logo iniciamos as atividades. Durante os quatro dias foram feitas visitas de casa em casa, ocasiões nas quais era compartilhado o Evangelho. Aproximadamente 180 casas foram recenseados por nossa equipe. Deixamos agendadas em torno de 

50 retornos de visitas para a Igreja de Jaguariaíva fazer. 

Também foram realizadas atividades com as crianças, uma no período da manhã, no Jd. Primavera, onde o Pr. Celso Botelho desenvolve um novo trabalho, e outra durante a tarde com as crianças do bairro da Igreja. Nas duas Escolas Bíblicas de Feriado contamos com a ajuda do Ministério da Alegria que além de divertir as crianças, também fez visitas nos leitos de um hospital. 

  

Palhaço Pimentinha e Palhacinha Alegria

 

Foram realizadas partidas de futebol masculino em que após os jogos o amor de Deus era pregado de forma descontraída para poder alcançar os jogadores. “Perdemos esse jogo contra o time do Daco (líder comunitário do bairro que aceitou a Cristo), mas tudo para a Glória de Deus…Outras vidas foram salvas em outros jogos… ” Anderson. 

  

Enquanto os jovens desenvolviam os trabalhos nas ruas foram feitos estudos com os membros da igreja com a intenção de auxiliálos no seu desenvolvimento espiritual e também para incentiválos a dar continuidade nas obras feitas pelo PROEFE. “…pudemos ajudar oito membros da 

Evangelismo na praça

 

igreja local a entenderem o importante papel do discipulado e como colocarem isso em prática.” , disse Elmer. 

Desenvolvemos também programações nas praças, apresentamos pantomimas (teatro mudo), músicas com o coral, além de um filme evangelístico e também uma breve pregação. Após as apresentações saíamos para conversar com as pessoas ali presentes. 

No último dia, terça-feira, fomos até o centro da cidade onde aconteceu um grande evento, o Desfile de Sete de Setembro, que mobiliza grande parte da cidade. Naquela manhã tivemos a oportunidade de distribuir folhetos e até mesmo de falar do amor de Deus para algumas pessoas. 

  

Desfile da Independência - Priscila e Paola

 

Para a glória do Senhor cerca de 170 pessoas fizeram uma decisão por Cristo durante os quatro dias em que estivemos em Jaguariaíva. 

O Senhor operou grandes obras, pessoas foram salvas, corações fora quebrantados e vidas foram transformadas, começando pelas nossas: “O PROEFE me ensinou como deve ser a vida de um cristão verdadeiro. Uma vida de total dependência de Deus e onde nenhuma oportunidade de testemunhar de Cristo é desperdiçada. Tentando viver dessa forma, pude observar Deus me usando e usando outras pessoas para abençoar toda a cidade de Jaguariaíva.” disse Robert. 

Agradecemos a Deus pelas grandes coisas que Ele realizou. Também somos gratos a todos que oram pelo PROEFE 2010 e que de alguma forma contribuíram para que esse trabalho fosse realizado. 

O trabalho continua… Ore por esse ministério! 

 Pr. Celso Botelho e família. 

 Novos convertidos 

 Igreja de Jaguariaíva 

 Pelas sementes plantadas 

PRIMEIROS FRUTOS DO PROEFE 2010… 

“Não dizeis vós que ainda há quatro meses até que venha a ceifa? Eis que eu vos digo: Levantai os vossos olhos, e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa. E o que ceifa recebe galardão, e ajun-ta fruto para a vida eterna; para que, assim o que semeia como o que ceifa, ambos se regozijem.” Jo. 4. 35-36 

 

Quem são: José, Luciane e filhos. 

Proefistas: Felipe e Carline. 

O que foi feito: Pr. Celso os visitou e eles      aceitaram a Cristo. A família esteve na Igreja na    última quarta-feira. 

 

Quem é: José. 

Proefistas: Dani e Lima. 

O que foi feito: Pr. Celso visi-tou a família da Sra. Fátima e seu esposo, Sr. José, aceitou a Cristo como seu Salvador. Na última quinta-feira ele iniciou estudos com o pastor. 

 

Anúncios




Mãos à obra

31 08 2010
No último fim de semana os jovens Gabriel, Reginaldo, Denis e Weslei, acompanhados pelo irmão Sérgio Ferreira, foram até Jaguariaíva com uma nobre missão: colocar as mãos à obra. Literalmente.
No lado extremo da cidade de Jaguariaíva localiza-se um bairro chamado Jardim Primavera. Na tentativa de alcançar os moradores deste local sem que eles precisem se deslocar até o outro lado da cidade, o pastor Celso Botelho, da Igreja Batista Regular de Jaguariaíva, decidiu manter um terreno e uma pequena casinha na qual são realizados estudos bíblicos semanais para os moradores daquela região.
Atualmente há em média 25 pessoas frequentando os estudos e de acordo com o pastor Botelho, assim que for anunciada a instalação de  uma igreja, há expectativa de receber um número próximo a 50 pessoas. Foi pensando em melhorar as condições para os estudos ministrados naquele terreno que foi levantada essa nova estrutura.
Apesar do árduo trabalho feito no último sábado, a estrutura ainda não está finalizada: ela receberá lonas laterais e, em seu interior, os bancos de madeira que o pastor pretende construir com suas próprias mãos.
Esta obra marca o início efetivo de nossas atividades em Jaguariaíva.  Com esta estrutura poderemos acomodar com mais conforto as crianças que participarão da Escola Bíblica de Feriado (EBF) entre os dias 04 a  07/09, além de deixar um local mais aconchegante para os crentes do Jardim Primavera.




E eu vou anunciar…

31 08 2010

Quando desceu do céu para morrer em uma cruz no nosso lugar Jesus Cristo andou de cidade em cidade anunciando o Evangelho.

“Mas ele disse: “É necessário que eu pregue as boas novas do Reino de Deus noutras cidades também, porque para isso fui enviado.” Lucas 4:43

O Filho de Deus se dedicou a essa obra para nos deixar o exemplo, pois o maior desejo do Pai é que os homens anunciem as Boas Novas.

“E disse-lhes: “Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas.” Marcos 16:15

Por isso os jovens da igreja Batista Esperança, movidos por esse mandamento e exemplo, estão na 5ª edição do Projeto Evangelístico de Feriado, o PROEFE, onde separam um feriado prolongado para se dedicarem ao anúncio do Evangelho.

“Todos os dias, no templo e de casa em casa, não deixavam de ensinar e proclamar Jesus, o Cristo.” Atos 5:42

Confira no vídeo abaixo o que já foi feito e o que está por vir nos dias de 04 a 07 de setembro, em Jaguariaíva, no Paraná:

“Todos estejam dispostos a fazer tudo até que tudo esteja pronto!”

A responsabilidade da igreja é de orar. Indo ou não nessa missão empenhe-se em orar para que a vontade de Deus seja feita.

“Conscientes disso, oramos constantemente por vocês, para que o nosso Deus os faça dignos da vocação e, com poder, cumpra todo bom propósito e toda obra que procede da fé. Assim o nome de nosso Senhor Jesus será glorificado em vocês, e vocês nele, segundo a graça de nosso Deus e do Senhor Jesus Cristo.” II Tessalonicenses 1:11 -12





Leia e reflita!

30 08 2010

Buscando força no lugar certo

“Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder.” Efésios 6:10

Estamos chegando ao grande dia e como em todos os anos sabemos que Satanás não está nada satisfeito com o PROEFE. Com certeza muitos de nós estamos ansiosos pelo dia em que iremos para Jaguariaíva para começarmos de fato o projeto, mas a ansiedade muitas vezes se transforma em desânimo. Essa falta de vontade pode até mesmo gerar o desejo de não ir ao PROEFE.

Lembro que me senti dessa forma nas duas últimas viagens. Quanto mais perto o dia da partida, mais eu ficava desanimado. Sem falar no cansaço dos preparativos, o que acaba causando uma grande ansiedade.

Arrumar as fichas, folhetos, alimentação, pensar no ônibus, cobrar os esquecidinhos e até mesmo saber se eu poderei ir ou não, pode ser muito estressante. Acabamos buscando forças em todos os lugares, menos onde é certo. É exatamente isso que o texto de Efésios 6 nos diz. Devemos ser fortalecidos no Senhor. Paulo nos capitulos anteriores vem falando de como devemos viver nossa vida cristã. Ele dá várias recomendações sobre como o cristão deve viver em relação ao trabalho, a família e sobre a busca da santidade. Agora, quando ele começa o versículo 10 ele diz “quanto ao mais”, ou seja, além de tudo isso que eu já disse ou daqui por diante vocês devem ser fortalecidos no Senhor. É do Senhor que vem a força para vencer todas as situações que a vida proporciona. “Fortalecidos” está na voz passiva do grego, e pode ser entendido como não sendo nós que nos fortalecemos, mas sim Deus que nos fortalece. A força não está em mim, não está em você. Veja o exemplo que o Salmista nos mostra:

“A ti, força minha, cantarei louvores, porque Deus é meu alto refúgio,

é o Deus da minha misericórdia.” Salmos 59:17

O salmista reconhece que Deus é a sua força, que é em Deus que ele pode se abrigar quando as dificuldades e o desânimo aparecem. Será que nós temos buscado a força no lugar certo? Ou temos buscado nos fortalecer em outras pessoas? Ou em nossos bens materiais? Ou em nossos empregos?  Onde temos buscado nos fortalecer e animar?

Veja qual é a oração de Paulo pelos colossenses:

“Sendo fortalecidos com todo o poder, segundo a força da sua glória, em toda a perseverança e longanimidade; com alegria”.  Colossenses 1:8

Deus deseja que sejamos fortalecidos com todo o poder. Que confiemos Nele nos momentos dificeis. Que buquemos a força no lugar correto sempre com alegria e perseverança.

Cremos no Deus que é Todo Poderoso e que pode fazer todas as coisas.

Nunca nos esquecamos que “a alegria do Senhor é a nossa força”.

Graça e Paz!





Dia-a-dia nada rotineiro

23 08 2010

Por trás da rotina dos participantes


Durante o Projeto Evangelístico de Feriado, o PROEFE, os jovens seguem uma rigorosa agenda, mas que devido às maravilhosas experiências vivenciadas durante os trabalhos, de rotineira não tem nadinha.

Confira o que está por vir em Jaguariaíva:

De manhã são feitas reuniões de oração e um culto. Nesse tempo também recebemos treinamentos e tentamos envolver os membros da igreja local no trabalho que realizaremos. Em paralelo há um trabalho de evangelismo através do futebol com times masculinos. Há ainda a distribuição de convites nas ruas anunciando o trabalho a ser realizado com crianças no período seguinte.

No período da tarde são feitas visitas de porta em porta nas casas da cidade – o recenseamento. Esse trabalho é feito em duplas, uma moça e um rapaz (esporadicamente em trios). E é ai que começa a prática da razão de ser do PROEFE: evangelizar.

“…minhas pernas tremiam e eu gaguejava mais do que gago, mas de uma maneira que eu não conseguia entender, Deus me usou e capacitou nos momentos que eu precisava falar do seu Amor. Ele capacitou tanto que lembro das decisões que pessoas tomaram, ao ouvir o evangelho por mim ou pela minha dupla…”  Fabio Divino


“A minha melhor experiência relacionada ao recenseamento do PROEFE sem dúvida alguma aconteceu em 2008 (Vargem Bonita)… Ao fim do primeiro dia de recenseamento, tivemos um pequeno problema: havíamos feito o recenseamento de praticamente toda a ‘’grande’’ cidade… após uma reunião e muita oração que percebemos que a real vontade de Deus… Nos outros dias começaram a surgir pessoas de todos os lugares e o que não faltou foi oportunidade de pregar a palavra.” Gabriel Takiguti


No decorrer das visitas, também compete aos participantes agendar novos encontros para o esclarecimento de possíveis dúvidas, aconselhamentos ou discipulado. Essas visitas poderão ser feitas pelo próprio grupo ou pela igreja local se as datas escolhidas forem pós-feriado.

Ainda no período da tarde há a realização de uma Escola Bíblica de Feriado (EBF) com as crianças da igreja local e das redondezas. O objetivo maior é a pregar a palavra de Deus por meio de uma linguagem e conteúdo especialmente desenvolvidos para atender às expectativas do público-alvo.

“Organizar uma EBF é sempre muito cansativo. Lidar com crianças é  algo imprevisível, mas ao mesmo tempo é tremendamente    recompensador. Ouvir crianças dizendo que são pecadoras e que   precisam de Cristo não tem preço, mas impagável mesmo é ver essas  crianças chorando de alegria por terem feito uma decisão por Cristo.”  Dani Lima


Chega a noite, e com ela o merecido período de descanso.  Bem, isso apenas após as atividades na praça da cidade.

Após um lanche reforçado os jovens saem  para o evangelismo em praças próximas à igreja. Nesta ocasião os moradores locais são entretidos com a apresentação de vídeos, pantomimas (teatro mudo), coral, esquetes com palhaços e também uma breve pregação. Ao término dessas atividades, em duplas ou trios, o grupo se dispersa para abordar as pessoas que estiverem na praça. Aqui como em todo o projeto, o principal objetivo é falar do amor de Deus.

“…na praça, sem luz para as apresentações e sem eletricidade para o som, e o ônibus chega… Então pedimos a todos que orassem por aquela dificuldade, e Deus respondeu as nossas orações…” Fabio Divino

Ao final destas atividades, o grupo retorna à igreja e faz seu jantar, um grande momento de comunhão no qual muitos dos jovens compartilham maravilhados, um pouco das bênçãos que o Senhor nos permitiu provar ao longo do dia. Depois disto… Bem, ai sim é hora de dormir. Ou não…

“… eram altas horas da noite, quando quase todos já tinham ido dormir   e apenas alguns continuavam a contabilizar, organizar, arrumar e      reparar fichas para o dia seguinte. Eram nessas horas que líamos nas      anotações que pessoas haviam entendido o plano de salvação e, muitas   vezes, até chorado aos pés da cruz. Era ali que lembrávamos, mais uma   vez, de como é bom servir ao Senhor e, mesmo com todo o cansaço,      falar de Seu amor.” Bruna Martíns.


Nesse ano o PROEFE terá mudanças em sua programação, tudo está sendo preparado para melhorarmos ainda mais esses dias de trabalho em Jaguariaíva.

Ore para que tudo que seja dirigido pelo Senhor, e claro, para que possamos ajudar na propagação do evangelho.





Camiseta 2010

15 08 2010

Toda edição do PROEFE gera uma curiosidade coletiva em relação a um ítem em especial: as camisetas!

A criação de camisetas personalizadas é de fundamental importância, pois com seu uso podemos ser identificados como um grupo na cidade visitada.

Explicando os elementos visuais

Cores

Sempre que aplicável, a definição das cores tem como base os elementos visuais que remetam ao brasão ou bandeira da cidade visitada. Nas edições anteriores as cores escolhidas foram branco, verde e azul. Nesta edição, teremos as cores laranja com detalhes em azul marinho.

Interrogações

As interrogações localizadas no lado frontal das camisetas representam as duas perguntas-chave que serão feitas no ato da abordagem das pessoas: “Se você morresse hoje, você acha que iria para o céu?” e “Se você chegasse no céu e Deus lhe perguntasse porquê você deve entrar no céu, qual seria sua resposta?”.

Logo com mapas

Nas costas, exibiremos um logo renovável que contém os mapas de São Paulo e do Estado a ser visitado, com uma flecha ligando a capital Paulista à cidade de destino.

Gostou desta matéria? Comente!





Desafio – Você é importante

5 08 2010

Você é importante

Usando seus dons e talentos para edificação do corpo.

 “Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus.” 1ª Pedro 4:10

Estava lendo essa passagem e lembrei-me de uma frase muito interessante, cujo autor infelizmente não me recordo, que era mais ou menos assim: “Aquele que não vive para servir, não serve para viver”. Uma frase um tanto quanto dura, mas olhando para o versículo acima podemos ver claramente que a vontade de Deus é a de que sejamos servos uns dos outros.

O verbo servir no original traz alguns significados, mas o significado que mais me chama a atenção é “aliviar ou suprir” as necessidades de alguém. O tempo desse verbo também indica que é algo que se deve fazer nesse exato momento. Servi AGORA uns aos outros. Alivie, supra as necessidades uns dos outros nesse exato momento, não espere mais nenhum minuto sequer.

Talvez você se pergunte: “mas como eu posso ajudar alguém em qualquer coisa?”. A sequência do versículo responde sua pergunta. Todos nós, crentes regenerados pelo Espírito Santo, recebemos um dom. E esse dom que nos foi dado por Deus é para servirmos aos nossos irmãos. A palavra “dom”, “charisma”, significa uma capacitação espiritual ou um talento natural que temos para a edificação do corpo de Cristo.

Pedro nos diz então que cada crente deve usar o dom que recebeu para servir uns aos outros. Isso implica que cada cristão é importante na edificação do corpo de Cristo. Então, todos os crentes são capacitados para contribuir para a edificação da igreja.

Em segundo lugar, Pedro não quer somente ensinar aos cristãos que eles são capazes, mas ele também diz que temos o dever de usar nossos dons. E isso nos mostra que nenhum crente tem o direito de ser um mero espectador na igreja, mas um participante ativo que usa seus dons e talentos.

Nossa igreja hoje está envolvida com o PROEFE, e damos graças a Deus por esse envolvimento sempre que realizamos esse projeto. Mas será que você está usando seus dons e talentos somente para essa data especifica e depois vai colocar seus dons e talentos dentro daquela sua gaveta escondida?

Devemos usar esses dons e talentos todos os dias para a edificação do Reino de Deus. Não espere chegar um evento da igreja para se dispor a ajudar. Não espere o PROEFE, um retiro ou qualquer outra atividade. Envolva-se, ajude a aliviar a carga, a suprir as necessidades, participe de eventos que o façam servir aos interesses de outros. Assim era a igreja no seu princípio “todos os que creram tinham tudo em comum”. Eles eram reconhecidos pelo amor que eles tinham uns pelos outros. E isso trazia a simpatia do povo e o Senhor lhes acrescentava os que iam sendo salvos.

Graça e Paz!